A mostra “Rio São Francisco navegado por Ronaldo Fraga: Cultura Popular, Moda e História” chega a São Paulo e será exposta no Pavilhão das Culturas Brasileiras. A exposição aborda os temas e mitos que cercam o terceiro maior rio do País sob a ótica de Ronaldo Fraga. A exposição é dividida em 10 ambientes, mostrando os diferentes aspectos do rio.

O material é fruto de uma longa pesquisa, que durou mais dois meses. Ao longo desse período, Fraga viajou pelas margens do rio em uma espécie de expedição.

Os ambientes que compõem a exposição são interligados por um percurso que remete ao interior do barco a vapor Benjamin Guimarães, construído em 1913, tombado como patrimônio. A mostra destaca além da moda, os costumes das cidades ribeirinhas e a riqueza da cultura local, tão cheia de lendas e religiosidade.

Depois de levar o tema para a passarela por meio da sua coleção para o verão 2009, apresentada na São Paulo Fashion Week, o estilista decidiu montar a exposição, principalmente por conta do vasto material de pesquisa que reuniu.

Dez ambientes, muitas histórias, surpresas e emoções sobre o São Francisco

No início do percurso, o visitante assistirá a um vídeo gravado por Ronaldo Fraga às margens do rio São Francisco, em Pirapora (MG), em recente viagem no vapor Benjamin Guimarães, no qual o estilista explica a proposta da exposição. O ambiente Cidades Alagadas apresenta um vídeo documentário sobre as cidades alagadas para a construção de hidrelétricas, gravado e dirigido pelo ator Wagner Moura, nascido em Salvador, mas criado na pequena cidade de Rodelas (Bahia), inundada quando o ator ainda era criança. No espaço Lendas do rio vestidos musicais ecoam a voz de Maria Bethânia declamando o poema Águas e Mágoas do Rio São Francisco, da obra Discurso de Primavera e Algumas Sombras, de Carlos Drummond de Andrade, escrito em 1977.

A coleção apresentada por Ronaldo Fraga na São Paulo Fashion Week em 2008 também compõe a mostra, acrescentada de peças exclusivas. Neste ambiente, a memória das bordadeiras, ofício muito presente nas cidades ribeirinhas, principalmente na região de Pirapora (MG), recebe homenagem por meio de grande parede simulando os bastidores de bordados.

Na sala Nascente uma lousa com traços iniciados por Ronaldo Fraga convidará o visitante a desenhar suas impressões, emoções e sentimentos sobre o São Francisco, a partir do olhar apresentado pelo do estilista na mostra. O percurso se encerra com um ambiente dedicado às crianças, intitulado “Pescaria do Saber”, onde os pequeninos poderão conhecer sobre os peixes do Velho Chico.

Sobre o Pavilhão das Culturas Brasileiras

Em síntese, o projeto propõe criar um espaço de exposição e um centro de referência e pesquisa voltado para a salvaguarda e divulgação da diversidade cultural brasileira e, em especial, do patrimônio material e imaterial das culturas menos favorecidas da população, que têm até hoje menor visibilidade institucional. O objetivo é legitimar, fortalecer e dar a conhecer as práticas culturais tradicionais e contemporâneas do povo brasileiro, em todo o seu vigor e pluralidade.

SERVIÇO

Exposição “Rio São Francisco navegado por Ronaldo Fraga: Cultura Popular, Moda e História”
Abertura oficial: 31 de março, às 20h
Data: 31 de março a 26 de junho
Horário de visitação: terça-feira a domingo, das  9h às 17h
Local: Pavilhão das Culturas Brasileiras
Endereço: Rua Pedro Álvares Cabral, s/nº, Vila Mariana
Grátis

Fonte: SP-Arte e Prefeitura de São Paulo

2 Comentários para "Exposição Pavilhão das Culturas Brasileiras – Rio São Francisco"

  1. Pingback: Imprensa: ArteSol – Artesanato Solidário

  2. Pingback: Imprensa: ArteSol – Artesanato Solidário

Comentários não são permitidos.

Como Apoiar?

×