Fonte original: Instituto Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique Cardoso acaba de receber o Prêmio Kluge, um dos mais prestigiosos prêmios concedidos a intelectuais nas áreas de Ciências Humanas. O anúncio foi feito dia 14 de maio de 2012 em Washington pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos. Na escolha do vencedor, a entidade consulta cerca de três mil destacados intelectuais e homens públicos em todo o mundo.

Iniciado em 2003, para premiar a produção de conhecimento em áreas não cobertas pelo prêmio Nobel, o JohnW. Kluge Prize é concedido para intelectuais que se destacaram na “compreensão da experiência humana”. Para a premiação, importa a relevância intrínseca da obra intelectual, mas também a influência do autor sobre os modos de agir e de pensar de seus contemporâneos.

Antes de Fernando Henrique, receberam o prêmio, entre outros, o norte-americano Jaroslav Pelikan, historiador do Cristianismo, Paul Ricoeur, filósofo francês que investiga as relações entre linguagem, identidade individual e vida coletiva, e Leskek Kolakowski, filósofo polonês, que influenciou o movimento antitotalitário em seu País e no Leste Europeu. Fernando Henrique é o primeiro latino-americano a receber o prêmio.

Ele foi escolhido pela qualidade de sua obra como sociólogo e pela singularidade de sua trajetória do mundo da academia para o mundo da política.

Na nota que acompanhou o anúncio da premiação, a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, instituição fundada em 1800, destaca a congruência entre as preocupações que orientaram a vida acadêmica de Fernando Henrique e as suas principais ações como político e Presidente da República.

Confira aqui a nota da Bilbioteca do Congresso e algumas matérias sobre a premiação.

 

Como Apoiar?

×