Fonte: Agência Sebrae e CRAB

Obras de arte de mestres artesãos brasileiros estarão expostas, a partir do dia 31 de maio, no Centro de Referência do Artesanato Brasileiro (Crab), no Rio de Janeiro, na exposição intitulada “A potência do objeto”. A iniciativa é do Sebrae e marca a transformação de conjunto de três edifícios centenários na praça Tiradentes, no centro do Rio, em um moderno centro cultural.

A proposta do Sebrae é transformar o espaço em referência e centro irradiador da cultura do artesanato brasileiro, preservando a herança histórica do edifício e, ao mesmo tempo, equipando as instalações concebidas como espaços multiculturais com equipamentos tecnológicos de última geração.

A exposição propõe ao visitante um percurso que começa com uma homenagem ao mestre Nuca, de Pernambuco, e seus leões de Tracunhaém. Provoca um mergulho no universo feminino, pela visão sensorial das rendas e bordados do Brasil e das bonecas da Zezinha, mestre artesã do Vale do Jequitinhonha (MG). A caminhada no labirinto de 200 cabeças da Irinéia sugere a passagem pelo país áspero e misterioso da imaginação dessa mulher guerreira, moradora da comunidade quilombola da União dos Palmares, em Alagoas. A planície de flores secas, do grupo Flor do Cerrado Design e Artesanato, de Samambaia (DF), leva à floresta flutuante de 700 Varinhas da Conquista, feitas por famílias da Ilha do Marajó (PA). A travessia dessa floresta descortina as luzes da cidade, através das luminárias de lã de ovelhas criadas pela Associação de Artesãos Ladrilã – núcleo Pedras Altas (RS). A partir desse ponto luminoso, o percurso recomeça, instigando o visitante a ver tudo de novo, com outro olhar, até o reencontro com os eternos leões do mestre Nuca.

 Foto: Dona Zezinha – Crédito: Francisco Moreira da Costa -Museu do Folclore.

 

Serviço

Exposição “A Potência do Objeto”
Centro de Referência do Artesanato Brasileiro

Visitação: 31 de maio a 26 de julho de 2014
Endereço: Praça Tiradentes, 67 (Solar Visconde do Rio Seco), Centro, Rio de Janeiro
Terça-feira a sábado, das 10h às 18h
Exposição fechada aos domingos e feriados.
Entrada gratuitaTelefone: (21) 98475-0729

Site: www.artesanatobrasileiro.art.br

29.05.2014

Como Apoiar?

×