11.06.2013

O Centro de Preservação Cultural CPC-USP apresenta até dia 21 de junho de 2013 a exposição “Uma Casa para a Xilogravura”. Trata-se de uma pequena mostra para levar ao conhecimento público A Casa da Xilogravura, um museu particular que coleciona, preserva e expõe gravuras impressas com matrizes de madeira e que está localizado na cidade de Campos do Jordão, no Estado de São Paulo.

O acervo da Casa da Xilogravura vem sendo constituído ao longo de mais de trinta anos por seu fundador, Antonio F. Costella, e por doações de artistas e de admiradores do Museu. É composto de coleções de impressos, objetos e milhares de xilogravuras de mais de 400 artistas brasileiros e estrangeiros. A coleção está aberta à visitação do público desde 1987.

Além de apresentar a coleção e os trabalhos desenvolvidos pela instituição, a exposição pretende situar alguns dos traços distintivos da xilogravura de ilustração e da xilogravura de arte, seja em termos de técnicas e estilos adotados, seja em termos de seus usos e origens sociais. Após a morte do fundador, o imóvel e todo o acervo do Museu passarão à propriedade da Universidade de São Paulo.

Serviço

Visitação até 21 de junho de 2013

Segunda a sexta das 9h às 17h | domingos das 10h às 13h (exceto 12 de maio e 2 de junho)

Horário: 9h-17h

Local: sede do CPC-USP / Casa de Dona Yayá, Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, São Paulo, SP.

Fonte: Casa de Dona Yayá

 

 

Como Apoiar?

×