09 de janeiro 2012.

Foto: João Francisco / Secom – PB

Turistas lotam Salão de Artesanato.

 

Fonte original: Governo da Paraíba

Mauro e Edna Landolfi, paulistas da cidade de Bauru, estão visitando João Pessoa pela primeira vez – e se renderam ao charme da “porta do sol”. Segundo o casal, a família não tem do que reclamar. “A cidade nos oferece de tudo para que tenhamos férias tranqüilas e com qualidade”, afirmaram.

Para os dois, o que mais se destaca na Capital paraibana são a segurança e a beleza do litoral. “A cor do mar nesta região é encantadora, a água é morna e cristalina. Sem esquecer o deleite que é passear na orla e no calçadão em segurança”. Durante esta semana, eles e outros turistas fizeram compras no 15º Salão de Artesanato da Paraíba, instalado até o dia 22 deste mês, no Jangada Clube, praia do Cabo Branco.

Já as goianas Virgilina Ponce e Jovenilia Gomes Firmino estão visitando João Pessoa pela segunda vez. Segundo contaram, desta vez trouxeram mais quatro pessoas com elas – e todos se dizem encantados e maravilhados por passar as férias na capital paraibana. Virgilina e Jovenilia se emocionaram ao falar sobre a passagem de ano na praia do Cabo Branco, considerada pela dupla como o melhor Réveillon que tiveram na vida.

Também em visita ao Salão de Artesanato, elas ressaltaram que toda a sensibilidade do povo paraibano está refletida nas obras de arte e nos trabalhos expostos do Salão de Artesanato. “Adquiri várias peças. São trabalhos de qualidade, criatividade e beleza” afirmou Virgilina.

Localização

A localização do Salão de Artesanato da Paraíba na praia do Cabo Branco e o fluxo contínuo de turistas ao local estão agradando os artesãos que expõem no evento. A avaliação é do presidente do Sindicato dos Artesãos Profissionais do Estado da Paraíba, Isaquiel José de França.

Segundo ele, quando o salão foi realizado nas dependências do Espaço Cultural, no bairro de Tambauzinho (onde aconteceram as três últimas edições do Salão), foi registrada uma queda de 40 % no volume de vendas. “Não temos dúvidas de que a localização e a elevada concentração dos meios de hospedagem têm refletido diretamente na venda dos produtos. Isso influiu no aumento do fluxo de turistas ao local”, ressaltou.

A 15ª edição do Salão de Artesanato teve inicio no dia 22 de dezembro e se prolonga até o dia 22 deste mês. De acordo com os organizadores, somente nessas duas primeiras semanas, o volume de comercialização tem chegado ao valor de R$ 33 mil por dia. Os dados são da gestão do Programa de Artesanato Paraibano.

“Os números não negam que a realização do Salão do Artesanato na orla aumenta o volume de negociação e de visitantes”, destacou o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Renato Feliciano. De acordo com ele, agora existe a certeza de que os artesãos poderão atingir a expectativa de superar o valor de R$ 1milhão em peças comercializadas.

Horário

O Salão do Artesanato funciona diariamente, das 15h às 22h, no Jangada Clube, praia do Cabo Branco. Mais de 4,5 mil produtores de 85 municípios do Estado que produzem trabalhos criados a partir de matérias como, madeira, cerâmica, fibras, metal, couro, tecidos, ossos, entre outros, participam direta e indiretamente do Salão.

De acordo com a gestora do Programa de Artesanato da Paraíba, Ladjane Souza, estão sendo esperados mais de 200 mil visitantes no evento durante este mês. “A meta do programa é valorizar e divulgar o artesanato paraibano, ampliando o seu alcance além de divisas e de fronteiras”, disse ela.

Como Apoiar?

×