Associação das Paneleiras de Goiabeiras

Cerâmica

Localização:

Rua Leopoldo Gomes Sales, 94, Goiabeiras, Vitoria - ES - Cep 29075-100

Telefone:

(27) 3327 13 66 / 99899 1055

E-mail:

Contato:

Berenicia (vice-presidente)

Sobre o grupo: Ícone da identidade cultural do Espírito Santo, as panelas de barro de Goiabeiras são conhecidas nacionalmente e produzidas conforme antiga tradição indígena. São essenciais no preparo e na apresentação de pratos típicos capixabas, como a moqueca de peixe e frutos do mar, e a torta capixaba.

A atividade feminina é tradicionalmente repassada pelas artesãs paneleiras às suas filhas, netas, sobrinhas e vizinhas, no convívio doméstico e comunitário. Apesar das transformações urbanas, ocorridas ao longo do tempo, a localidade de Goiabeiras, conhecida como Goiabeiras Velha, permanece como um reduto de ocupação antiga, os quintais repartidos com as famílias de filhos e netos, onde saber fazer estas panelas de barro é o principal elemento formador da identidade cultural daquele grupo social.

O Ofício das Paneleiras de Goiabeiras, em Vitória, no estado de Espírito Santo, foi registrado no Livro dos Saberes, em dezembro de 2002.

A Artesol contribuiu efetivamente para a salvaguarda de expressões do patrimônio cultural intangível brasileiro em situação de risco, como neste caso das Paneleiras de Goiabeiras.

O Artesanato e a técnica: A produção artesanal das panelas de barro é um saber repassado de mãe para filha há várias gerações. Tradicionalmente, a fabricação das panelas utiliza matérias-primas provenientes do meio natural: a argila do Vale do Mulembá, de boa plasticidade e bastante arenosa, confere à peça maior resistência ao calor e ao impacto; e a casca da planta mangue vermelho, coletada no manguezal, com a qual se faz a tintura de tanino. Os dois principais instrumentos do ofício – a cuia e a vassourinha de muxinga – são feitos a partir de espécies vegetais encontradas na região.

Depois de secas ao sol as peças são polidas, queimadas a céu aberto e impermeabilizadas com tintura de tanino. A técnica cerâmica utilizada é reconhecida como legado cultural Tupi-Guarani e Una, com maior número de elementos identificados com os da tradição Una.

Entre em contato diretamente com os artesãos para adquirir os itens artesanais, incentivando o comércio justo!

Fotos: Acervo Artesol
Crédito: Cacá Lima

Produtos