Entalhe em Madeira - 2002-2003

Os tradicionais barcotes de Paraty vêm de um deslumbrante trecho do litoral sul-fluminense, localizado no distrito de Paraty-Mirim: o Saco do Mamanguá – assim denominado devido à abundância de peixes (mamanguá, em idioma indígena, significa local de comer), preservada pelo trançado da costa, que reproduz a forma de um saco.

Saiba mais
Localização: Paraty/RJ Duração: 1 ano Gênero: todos homens Artesãos beneficiados: 25
Entalhe em Madeira - 2002-2003 (Projeto Mamulengo, o Boneco Brasileiro) e 2003-2004 (Projeto Máscaras de Julião)

Olinda/PE, Patrimônio Cultural e Histórico da Humanidade é um dos núcleos de artesanato de tradição em que atua o Artesanato Solidário/ArteSol, é considerada a “Pátria dos Bonecos”.

Saiba mais
Localização: Olinda/PE Duração: 1 ano Gênero: mulheres e homens Artesãos beneficiados: 16 (Projeto Mamulengo, o Boneco Brasileiro) e 20 (Projeto Máscaras de Julião)
Entalhe em Madeira - 2002-2003

Com técnica herdada do Brasil colonial, os artesãos talham objetos utilitários como gamelas, bacias e pratos, pilões, tábuas para carne e churrasco, dornas para aguardente, cinzeiros e colheres de variados formatos e dimensões.

Saiba mais
Localização: Pedras de Maria da Cruz/MG Duração: 1 ano Gênero: a maioria mulheres Artesãos beneficiados: 16
Entalhe em Madeira - 2006-2009

O Artesanato Solidário/ArteSol, em parceria com o Ministério do Turismo, desenvolveu o projeto de promoção do turismo “A caxeta e os saberes locais”, associado à produção e comercialização do artesanato de tradição.

Saiba mais
Localização: Iguape/SP Duração: 3 anos Gênero: a maioria homens Artesãos beneficiados: 15
Entalhe em Madeira - 1999 | 2002-2003 (2 intervenções)

No pequeno município de Ibimirim, em pleno semi-árido pernambucano, santeiros e santeiras mantêm viva a tradição dos santos populares. São os Santos e os Santeiros de Ibimirim, razão e objeto do projeto executado pelo Centro de Produção Cultural Mamulengo Só-Riso, entidade sediada em Olinda e consagrada à tradição dos bonecos populares: os mamulengos. Assim, santos e mamulengos convergem no mesmo desejo de preservar tradições culturais, saberes e ciências populares.

Saiba mais
Localização: Ibimirim/PE Duração: 2 anos Gênero: a maioria homens Artesãos beneficiados: 30
Entalhe em Madeira - 2002-2003

Com quase 40 anos de um saber-fazer caído no esquecimento, a produção do mamulengo ressurgiu como expressão da identidade local e possibilidade de trabalho e renda em Glória do Goitá/PE. Ao longo de dois anos, o Artesanato Solidário/ArteSol e a rede de parceiros envolvidos no projeto recuperaram o que Glória de Goitá sempre foi: “A Cidade do Mamulengo”.

Saiba mais
Localização: Glória do Goitá/PE Duração: 1 ano Gênero: mulheres e homens Artesãos beneficiados: 44
Entalhe em Madeira - 2002-2003

Singular na forma e sonoridade, a viola-de-cocho integra, juntamente com o ganzá e o tamborim ou mocho, o cururu e o siriri, manifestações caracterizadas por musicalidade, poética e coreografia singulares, cultivadas em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul como diversão ou devoção a santos católicos.

Saiba mais
Localização: Corumbá/MS e Ladário/MS Duração: 1 ano Gênero: todos homens Artesãos beneficiados: 9
Entalhe em Madeira - Técnicas Diversas - 2002-2003 | 2009-2010 | 2010-2011 (3 intervenções)

As cuias passam por longo e demorado processo artesanal, seguindo tecnologias tradicionais de matrizes indígenas e acréscimos de estética europeia, cujos segredos vêm sendo muito bem guardados por várias gerações de mulheres.

Saiba mais
Localização: Santarém (PA) Duração: 3 anos Gênero: Mulheres Artesãos beneficiados: Antes do projeto: 36 | Atualmente: 25