Bordados Mãos de Fada

Localização Rua Dr. Álvaro Fernandes, 54 Centro - Quixeramobim/CE - CEP 63800-000
Contatos AbrirFechar

Utilize o formulário abaixo para entrar em contato com este membro da Rede Artesol.

Enviando mensagem. Por favor aguarde.
Sua mensagem foi enviada! Aguarde o retorno do membro da rede contactado, ou fale com a Artesol.
Infelizmente ocorreu um erro no envio da sua mensagem. Por favor utilize uma das formas de contato abaixo.
E-mail institucional@artesol.org.br
Telefone (88) 9785-8825
Contato Ione Pimentel

As mãos que criam, criam o quê?

A prática do bordado em Quixeramobim tem acompanhado a história de gerações de mulheres, seus anseios e desejos, segredados a cada ponto. As técnicas mais utilizadas hoje são o richelieu manual, ponto cheio e ponto cruz, que nas habilidosas mãos das bordadeiras dão graça à caminhos de mesa, lenços, toalhas, jogos americanos, peças de roupas e acessórios. 

Um dos diferenciais do grupo é fazer o richelieu à mão, tipo de bordado que deixa espaços vazados e pode ser também produzido com máquina de pedal com o auxílio do bastidor. O desenho é feito em papel manteiga e depois passado para o tecido. O tecido é costurado com ponto reto e reforçado com zigue-zague, contornando-se todo o desenho. Com a tesourinha, corta-se a parte interna do desenho e são bordadas as ligações internas (grades) e depois o contorno, utilizando um cordão ou linha chamada cordonê. 

Nos bordados finos o ponto cheio preenche os desenhos conferindo texturas e relevos as formas, geralmente pequenas flores ou poás que enfeitam tecidos com as mais variadas cores. Já o ponto cruz, também conhecido como ponto de marca e bordado de fio contado, é um bordado com ponto imitando pequenas cruzes que permite a contagem de fios e que quando agrupadas, formam um desenho. Geralmente executado em tecido etamine e linho, de tramas bem definidas.

Quem cria?

O grupo de mais de 50 mulheres, de variadas idades, é responsável pela produção dos famosos bordados finos de Quixeramobim. Em 1977 a entidade associativa Mãos de Fada foi fundada a fim de organizar as mulheres que já tinham o ofício como fonte de renda. Dessa forma potencializar os processos de produção e gestão, auxiliando as integrantes enfrentarem os tantos desafios desse trabalho, sobretudo com a comercialização dos produtos. 

Possuem uma loja no centro da cidade, que funciona também como ponto de encontro para deliberações conjuntas, uma vez que a maioria trabalha em suas casas.  Contam com parceria do Movimento de Promoção Social, um segmento de apoio aos pequenos produtores da Secretaria de Ação Social do Município. Participam de feiras do setor e recebem pedidos de todas as regiões do país. 

Onde criam

A 205 quilômetros de fortaleza, no coração do Ceará, Quixeramobim é a segunda maior cidade do Sertão Central, com quase 80 mil habitantes. As grandes indústrias do polo calçadista que instalaram-se na região, mudaram a configuração da cidade nos últimos 20 anos. Além do setor secundário, parte significativa da renda do município provém da criação de gado, gerando a segunda maior produção leiteira do estado.

A cidade de Antônio Conselheiro, conhecido religioso que liderou o arraial de Canudos na Bahia, tem forte influência da presença de religiosos católicos desde o século XVII. Presume-se que, assim como em outros estados brasileiros, as técnicas manuais têxteis são herança dessa presença. Conta-se que rendas e bordados foram ensinados nos conventos há mais de século; esse conhecimento é passado de mãe para filha e é importante fonte de renda principal ou complementar de inúmeras famílias.

Localização
Técnica relacionada