Cazumbarte

Localização Reserva Extrativista do Cazumbá, Rio Caeté, Seringal Iracema - Sena Madureira/AC - CEP 69940-000
Contatos AbrirFechar

Utilize o formulário abaixo para entrar em contato com este membro da Rede Artesol.

Enviando mensagem. Por favor aguarde.
Sua mensagem foi enviada! Aguarde o retorno do membro da rede contactado, ou fale com a Artesol.
Infelizmente ocorreu um erro no envio da sua mensagem. Por favor utilize uma das formas de contato abaixo.
E-mail institucional@artesol.org.br
Telefone (68) 92111474
Contato Raiane

As mãos que criam, criam o quê?

A técnica de impermeabilização do tecido com o uso do látex da árvore do Caucho (Castilloa ulei) é saber ancestral, de origem na cultura indígena da Amazônia e é conhecida como encauchado. Usado principalmente na confecção de sacos de algodão utilizados pela população em viagens, a borracha que protege passa também a decorar e gerar renda de um centenas de famílias que habitam reservas como a Cazumbá Iracema e vivem do extrativismo e manejo sustentável da floresta. 

Unindo conhecimento tradicional à pesquisas acadêmicas, em parceria com a Universidade do Acre, foi possível desenvolver um produto de produção limpa, grande resistência e reconhecido valor estético. Reproduzem as folhas amazônicas em diversas cores e tamanhos, fazendo delas produtos para uso cotidiano e decorativo, como jogos americanos e suportes para copos e panelas.

Quem cria?

Desde 2001 o grupo trabalha com os conhecidos encauchados, tecidos de algodão revestidos de borracha, porém sempre buscando através de pesquisas agregar valor e otimizar o processo produtivo. Foi através de uma parceria com a Universidade Federal do Acre que desenvolveram o produto necessário para vulcanizar o látex e desenvolverem os produtos que são característicos do grupo até hoje. 

Durante as quase duas décadas, a produção artesanal existiu como fonte complementar de renda, porém no ano de 2019, como apoio da Fundação Banco do Brasil, ganharam nova sede e desenvolveram uma coleção exclusiva junto da designer Flavia Amadeo. Conta hoje com 20 artesãos, maioria mulheres, e cresce a cada ano, atraindo também a atenção dos jovens que cada vez mais envolvem-se na produção. 

Onde criam

A Reserva Extrativista do Cazumbá localiza-se nos municípios de Sena Madureira e Manuel Urbano, no Acre. É uma unidade de conservação federal do Brasil de 750.794 hectares categorizada como reserva extrativista reconhecida por decreto desde 19 de setembro de 2002. Tem 14 seringais com mais de 300 famílias. 

Após a decadência do ciclo da borracha, muitos seringais esvaziaram-se com seus habitantes sem perspectiva direcionando-se às áreas urbanas em busca de oportunidades. Em meados dos anos 80 Aldeci Cerqueira Maia, conhecido por Nenzinho, tomou conhecimentos das lutas de Chico Mendes e do Padre Paulino Baltazar, figuras essenciais na organização social e política de seringais e preservação da floresta. Percebendo os transtornos decorrentes desse movimento e reconhecendo o desejo de permanecer na floresta, em 1991 Nenzinho e sua esposa Leonora convidam mais 12 famílias para repovoar o núcleo Iracema. Foi o início da comunidade que hoje conta com mais de 40 famílias e tem como fundamentos de sua história a participação comunitária e a sustentabilidade.