Luís Correia/PI

A Associação reúne 27 famílias, com integrantes entre 20 e 70 anos, beneficiando indiretamente 135 pessoas.

Tema: Trançado e Cestaria - 2001-2003

Cidade: Luís Correia/PI

Duração: 2 anos

Artesãos Beneficiados: 38

Gênero: mulheres e homens

O município de Luís Correia localiza-se na região litorânea do Piauí, a aproximadamente 350 km de Teresina, com economia pesqueira, agricultura de subsistência e uma população de 24 mil habitantes e IDH de 0,564. Na comunidade do Carnaubal vivem hoje 86 famílias, formadas, em sua grande maioria, por artesãos. Algumas mestras vivem desse ofício há mais de 20 anos.

A tradição dos trançados de taboa é antiga na comunidade, mas era pouco valorizado antes do início do projeto do Artesanato Solidário. As artesãs comercializavam apenas as tranças da taboa para o sul do país, já que os produtos acabados não tinham boa comercialização.

Unindo forças, a comunidade fundou a Associação Trançados de Taboa Alda da Silva, uma homenagem à dona Novinha, a artesã mais experiente e ainda em atividade. Elas próprias construíram a sede em regime de mutirão e, como parte das ações do Artesanato Solidário, receberam capacitação em diversas áreas, entre as quais a de aprimoramento de produtos, depois do que desenvolveram uma linha de produtos decorativos, como pufes, tamboretes, tapetes, passadeiras, capachos e móveis.

A Associação reúne 27 famílias, com integrantes entre 20 e 70 anos, beneficiando indiretamente 135 pessoas, com uma renda familiar de ½ a 1 salário mínimo, atendendo às comunidades rurais de Carnaubal, Bezerro Morto e Curral Velho. A retirada da matéria-prima é feita da lagoa do Sobradinho, levando em conta sua preservação e sustentabilidade.

Parceiro Financiador: