Passagem/BA

De domínio feminino, a produção artesanal de Passagem permite perceber a mistura de tradições locais.

Tema: Cerâmica - 2002-2003

Cidade: Barra/BA

Duração: 1

Artesãos Beneficiados: 12

Gênero: a maioria mulheres

No povoado de Passagem, situado na zona rural do município baiano de Barra, às margens do rio São Francisco, a produção artesanal de objetos utilitários em cerâmica é tradição mantida há gerações. São potes, panelas, alguidares, cuscuzeiras, caqueiros, moringas e fogões de variados tamanhos e formatos, modelados manualmente e queimados em dois processos distintos: “a céu aberto”, em um tipo de fogueira no terreiro, e em fornos. O primeiro é responsável pelas manchas azuladas ou enegrecidas que agregam valor diferencial às peças e atestam a tradição indígena milenar, técnica que, nos dias de hoje, está presente em poucos centros cerâmicos do país. O segundo processo foi introduzido recentemente, conferindo outra coloração aos objetos, conservando, no entanto, a tradicional excelência e sua identidade cultural.

De domínio feminino, a produção artesanal de Passagem permite perceber a mistura de tradições locais, pois, enquanto os cantos e o samba-de-roda expressam a matriz africana, a cerâmica remete às culturas indígena e portuguesa. Passível de influências e mudanças, a cerâmica ali produzida é única e vem recebendo incentivos para sua preservação. Constitui a mais significativa manifestação cultural do povoado, que, com outras expressões do universo popular, integra o patrimônio imaterial do país.

Parceiro Financiador: